skip to Main Content
vida longa
à madeira

Uma árvore leva anos para chegar à fase a adulta. Nesse período, ela resiste a mudanças climáticas, intervenção humana e ataques de animais. Seria injusto pensar que essa vida não tem um propósito.

Para Camarotti, uma árvore não morre. Ela renasce em um móvel. A sua natureza permanece, mas sua forma se transforma. Mesas, cadeiras, cômodas. O que antes era estático, agora pode se mover e habitar diferentes ambientes, inclusive os do seu projeto. Nós temos respeito absoluto pela matéria-prima dos nossos produtos.

Nos aprofundamos ao máximo sobre diferentes madeiras e procedimentos, pois acreditamos que essa é a base de uma execução precisa e memorável.

Por isso, concentramos nosso trabalho em madeira maciça e marcenaria artesanal, priorizando a técnica tradicional encaixes.

Essa filosofia garante um móvel diferenciado, preservando suas características, prolongando sua vida útil e valorizando o seu investimento.

Até mesmo porque, se uma árvore pode durar uma vida, um móvel também precisa durar.

bruno
camarotti

Influenciado pela arte desde criança, Bruno é arquiteto por formação e marceneiro por paixão.

Nasceu e cresceu no Ceará, mas criou raízes por todos os lugares que esteve. Seja em Fortaleza, sua terra de origem, em Alta Floresta ou Juazeiro do Norte, o cearense trabalhou com projetos de diversas escalas, contribuindo para arquitetura das cidades que passou.

Após anos colhendo frutos desse trabalho, Bruno decidiu recomeçar e plantar uma semente adormecida: a marcenaria artesanal.

Com apoio da esposa e de seus dois filhos, se mudou para São Paulo e começou a explorar cada detalhe da selva de pedra.

Obstinado, observou e absorveu tudo o que podia sobre o assunto até que, na feira MADE, conheceu Julia Krantz. Julia apresentou a Bruno técnicas de marcenaria tradicional e também sua grande referência: Morito Ebine.

Formado em marcenaria no Japão e reconhecido entre os 25 melhores marceneiros do mundo, Morito foi o principal mestre de Bruno.

Zero vírgula três milímetros. Essa é a margem de tolerância aprendida e aplicada por Bruno em seus produtos. Depois de muito aprender e fazer, hoje Bruno é professor na Oficinalab e fundou a Camarotti Madeira & Design com Luciana Landim.

luciana
landim

Apaixonada por cultura, Luciana é gestora por natureza. Nascida no Ceará, sempre gostou de pessoas e negócios, se formando em administração já com a certeza de empreender.

Trabalhou por muitos anos nos negócios da família, atuando na indústria em Fortaleza, mais precisamente com plásticos e recicláveis. Satisfeita com sua área de atuação, mas inquieta com o seu produto final, Luciana queria trabalhar com algo intangível.

Seu desejo era cuidar de algo que tivesse uma história por trás, administrando não só um objeto e sim um propósito.

Nessa fase, conheceu seu marido que morava em São Paulo, e decidiu se mudar e estudar gestão cultural. Casou e resolveu dar uma pausa na profissão para ter seus três filhos. E só voltou a empreender com Bruno alguns anos depois.

Enquanto Luciana procurava um negócio para administrar, Bruno buscava uma forma de divulgar sua arte: o encaixe perfeito para fundar uma empresa.

Hoje, Luciana é sócia-fundadora da Camarotti Madeira & Design ao lado de Bruno.